Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]


holden

por jorge c., em 30.10.14

Nos westerns tradicionais o bem e o mal bateram-se, sempre, ao pôr-do-sol. Preto no branco. Mas, a vida são tantas verdades que será difícil reduzi-la ao confronto exclusivo e dogmático. Em O homem que matou Liberty Valance, há uma alteração dos pressupostos e adiciona-se o elemento racional, bem como a educação, sugerindo-se, aliás, que esta é a base da lei e da ordem. Talvez com isto, Ford quisesse dizer que a educação é a base de melhor civilização, o que implicará melhorias significativas e assinaláveis no comportamento dos homens e da sua forma de olhar em volta. A educação deveria ser, hoje, o elemento fundamental no nosso combate interior contra o preconceito intimista, pois é ele o principal rival das oportunidades e da harmonia social. Mas não é. Ainda não conseguimos educar contra o preconceito, o snobismo, a jactância de uma certa arrogância claustrofóbica que consome os chamados centros de decisão. Quando Salinger tentou publicar Catcher in the Rye, pela primeira vez, o editor a quem confiara o manuscrito ter-lhe-á dito que Holden Caulfield era louco. O escritor saiu dos escritórios a correr e em lágrimas. Naquele centro de decisão estava um homem que não compreendia a literatura, não obstante ser aquele o seu ofício. É possível que, ainda hoje, haja quem considere Salinger o arrogante. É a falta de talento quem tem, assim, mais prazer em decidir. O seu preconceito é a verdade que prevalece sobre os outros e não parece haver formação que lhes valha. Como eles, outros estarão à frente das grandes escolas para a cultura: a rádio, a imprensa, o cinema, a televisão, as salas de espectáculo. 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:



Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Correio

bordadauga@gmail.com


Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D

turistas